SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

domingo, 18 de outubro de 2015

PROBLEMAS PSIQUIÁTRICOS DESENHADOS

Os desenhos abaixo foram feitos por pessoas que apresentam problemas psiquiátricos dos mais leves até os mais pesados, passando por traumas e terapias. A questão da loucura aqui é muito relativa: não devemos criar uma ideia romântica a respeito e muito menos preconceituosa, porque quem realmente possui algum tipo de "problema" sabe que de bonito isso tem muito pouco. Por outro lado é fundamental reconhecermos a genialidade e o rompimento com qualquer barreira imposta pelo senso comum e pelo entediante "modo normal" do ser humano.

Este trabalho foi apresentado em Miami, em uma abertura da galeria com criações de doentes mentais em todo o país.

 

A menina e as rosas

Eugene Andolsek criou desenhos como este usando um compasso, régua, e um conta-gotas de colírio para adicionar cores. Existem pessoas que discordam quando essa obra aparece na lista por considerarem o artista "sóbrio", mas de qualquer forma, é inegável que todos os desenhos dele apresentam sinais que vão muito além do que pode ser considerado normal e isso não deve ser interpretado a partir de um viés preconceituoso jamais!

George Grosz era um soldado alemão que sofria de alucinações traumáticas devido a sua participação em uma guerra de 1914.

Louis Wain adorava desenhar gatos envolvidos em atividades humanas. Este é um desenho feito antes do diagnóstico de esquizofrenia.

Este é um desenho feito após o diagnóstico, com a alteração psíquica no ápice.

Gato desenhado por um paciente russo com problemas mentais.

 
A versão sinistra de "Goodnight Moon"

Uma descrição muito estranha de uma mulher dormindo.

 
"Melancolia" de Edvard Munch - O pintor era maníaco-depressivo e negava tratamento porque acreditava que isso impulsionaria sua criatividade e consequentemente, sua arte.



Trabalho de um russo perturbado.

Outro trabalho também de um russo com problemas mentais.

Mais um russo que compilou cérebro e o coração.

Facas, cobras e crianças rindo compõem o rosto deste desenho feito por um russo que não se sabe se é o mesmo que fez os desenhos acima.

 
O esboço

Uma colagem de rostos de mulheres neste desenho feito com caneta.

Relembrando um abuso do passado

 

"O Leito de Morte" de Edvard Munch feita entre 1895 e 1915.

“The Ghost of Madness”

Infelizmente alguns desenhos não possuem mais informações sobre os autores (talvez para preservar a identidade), mas o resultado criado por cada um já transmite todos os sentimentos que permeiam suas almas. Puro reflexo da imaginação.

Fonte

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...