SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

segunda-feira, 9 de março de 2015

O paraíso perdido de Paul Gauguin


Quelles nouvelles?, 1892, óleo sobre tela, 67 x 91 cm

"A natureza tem poderes infinitos, misteriosos e imaginativos. Ela está sempre variando as produções que nos oferece. O próprio artista é um meio da natureza.” A frase é de Eugène Henri Paul Gauguin, artista pós-impressionista francês que ganha retrospectiva até dia 28 de junho na Fondation Beyeler, em Basel, na Suíça.

A mostra demorou seis anos para ser concretizada - não existe um museu específico e exclusivo para o trabalho do artista, por isso, as obras vêm de 13 diferentes países. Serão cerca de 50 peças reunidas de museus e coleções particulares, além de ser um dos mais elaborados projetos da história da fundação. Com isso, o museu espera número recorde de visitantes.
A Fondation Beyeler em Basel, na Suíça, projeto do arquiteto Renzo Piano

Diversos momentos de sua trajetória estarão representados, como os multifacetados autorretratos até as “pinturas espirituais”, criadas quando o francês viveu na Grã-Bretanha. Mas o foco é sua produção enquanto morou no Taiti, conhecida pelo exotismo e harmonia entre natureza e cultura, sonho e realidade. Antes de partir da Europa em busca de simplicidade, escreveu uma carta a Jules Huret em 1891, que dizia: "Estou partindo para buscar paz e silêncio, para ficar longe da influência da civilização. Eu só quero fazer arte simples, muito simples. E para fazer isso, preciso estar imerso em natureza virgem.”

Uma seleção de esculturas também estará à mostra. “Paul Gauguin é uma personalidade incrivelmente fascinante, tanto como artista e como ser humano. Nós estamos encantados por conseguir reunir suas obras de arte de diversas partes do mundo e exibi-las em Basel”, afirma Sam Keller, diretor do museu. A exposição também inaugura uma iniciativa educacional do instituto: haverá um espaço multimídia para que os visitantes possam explorar a biografia do artista e os principais aspectos do seu trabalho.

Paul Gauguin
Data: até 28 de junho
Local: Fondation Beyeler
Endereço: Baselstrasse 101, 4125 Basel, Suíça
Horário: diariamente, das 10h às 18h
Interior da exposição na Fondation Beyeler


Arearea, 1892, óleo sobre tela, 75 x 94 cm


Montagem da exposição na Fondation Beyeler


Aha oe feii?, 1892, óleo sobre tela, 66 x 89 cm


A Fondation Beyeler em Basel, na Suíça


Cavaliers sur la plage (II), 1902, óleo sobre tela, 73,8 x 92,4 cm


Matamua, 1892, óleo sobre tela, 91 x 69 cm


Autoportrait à la palette, circa 1893/94, óleo sobre tela, 92 x 73 cm




Paul Gauguin, 1891

Fonte: Casa Vogue

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...