SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

A música dos países vetados pelo governo Trump por Tatiana Dias


CAPA DO DISCO ‘THE FREEDOM SONGS OF THE SOMALI REPUBLIC’, QUE TEM MÚSICAS NA PLAYLIST

O músico sírio Omar Souleyman foi um fenômeno na Síria nos anos 1990 — ele lançou mais de 500 gravações ao vivo. A guerra civil iniciada em 2011, no entanto, colocou um fim em sua carreira no país. Souleyman se mudou para a Turquia, onde viveu um tempo em relativo desconhecimento, até que foi descoberto por produtores ocidentais.

Ele lançou uma série de coletâneas por um selo de música obscura de Seattle, nos EUA, e foi atração em diversos eventos internacionais — do Festival de Glastonbury, em 2011, à entrega do Prêmio Nobel da Paz, em 2013.

Seu primeiro disco de estúdio foi gravado naquele mesmo ano, em Nova York, produzido pelo britânico Kieran Hebden, conhecido como Four Tet. Aos poucos, Souleyman se tornou popular no circuito independenteocidental. Ele lançou um segundo disco em 2015.

Essa parceria, no entanto, não teria sido possível nos dias de hoje, com a restrição à imigração imposta pelo presidente dos EUA, Donald Trump.

A ordem de Trump restringiu a entrada nos EUA de imigrantes de sete países muçulmanos, suspendeu o acolhimento de refugiados de todos os países por 120 dias e fechou as portas para imigrantes sírios indefinidamente. Síria, Iraque, Síria, Iêmen, Irã, Líbia, Somália e Sudão são afetados pela medida que ficou conhecida como Muslim Ban (banimento muçulmano, em tradução livre).

Four Tet se lembrou do tempo em que passou gravando com Souleyman e resolveu ouvir a música dos países afetados pela medida. Como resultado, o produtor fez uma playlist no Spotify com mais de 200 canções originárias dos países vetados por Trump.

Estão ali, além de músicas do próprio Souleyman, cantos da Somália, música tradicional do Iêmen e do guitarrista iraniano Kourosh Yaghmaei, além de produções ocidentais — Alice Coltrane e o próprio Four Tet, que têm elementos que remetem àquele contexto.

No post em que anunciou a playlist, os seguidores do produtor também contribuíram com várias indicações para a coletânea. Esta é a playlist completa:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...