SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Gratidão




 “Este é o dia em que o SENHOR agiu; alegremo-nos e exultemos neste dia.” (Salmo 118:24)

“Este é o dia em que o SENHOR agiu”? Talvez os feriados sejam os dias em que o Senhor agiu. Domingos de Páscoa… sábados de liquidações… dias de férias… os primeiros dias das temporadas de caça — esses são os dias em que o Senhor agiu. Mas “este é o dia"?

"Este é o dia” inclui todos os dias. Dias de divórcio, dias de provas finais, dias de cirurgias, dias de pagar os impostos, dias de mandar seu filho mais velho para a universidade em outra cidade”.

Gente : É só deixar essas palavras penetrarem todo o seu ser! Poderemos fazer daquele dia difícil, um dia para louvar e agradecer ao Senhor! Muitos de nós poderia dizer: “ Nós exultaremos ao Senhor ‘após’ este dia, se conseguirmos chegar ao fim dele, não? Mas Deus nos convida a exultá-lo

 ‘ NESTE DIA’!

Muitos personagens da Bíblia fizeram isso: Paulo na prisão; Davi escreveu salmos no deserto; Jonas orou na barriga do peixe; Sadraque, Mesaque e Abede-Nego permaneceram firmes na fornalha ardente; João viu o paraíso no seu exílio; e Jesus orou em seu martírio…

 Lucado diz :

“Será que nós poderíamos exultar bem durante este dia? Imagine a diferença se nós pudéssemos. Suponha que, “atolado até o pescoço no pior dos dias”,1 você resolve dar uma chance a este dia. Você escolhe não beber, nem trabalhar, nem se preocupar, mas dar a ele uma oportunidade justa. Você confia mais. Se estressa menos. Aumenta sua gratidão. Silencia os resmungos. E o que acontece? Logo o dia acaba, e o mais surpreendente, de modo tranquilo.

Tão tranquilo, na verdade, que você resolve dar a mesma chance ao dia seguinte. Ele chega com seus tropeços, torpedos de pombos, manchas na camisa, mas, em geral, caramba, dar uma chance ao dia funciona! Você faz a mesma coisa no dia seguinte. E no seguinte. E os dias viram uma semana. As semanas, meses. Os meses, anos de bons dias.

E disso que são feitas as vidas felizes. Um bom dia de cada vez. Uma hora é muito pouco, um ano é demais. Os dias são porções perfeitas de vida, uma espécie de módulos de organização projetados por Deus.

Oitenta e quatro mil batidas do coração. Mil quatrocentos e quarenta minutos. Uma rotação da Terra. Uma volta completa no relógio de sol.

Vinte e quatro viradas da ampulheta. Um nascer e um pôr-do-sol. Um dia novinho em folha.

A dádiva de vinte e quatro horas não vividas, inexploradas. E, se você puder acumular um bom dia após o outro, conseguirá juntar os pedaços de uma boa vida”.

 O dia acaba, e o ontem passa a não existir. Desaparece enquanto dormimos. Não poderemos mudá-lo ou melhorá-lo. Então, não há uma segunda chance. O amanhã ainda não existe. A não ser que você acelere a órbita da Terra ou convença o Sol a nascer duas vezes antes de se pôr, você não pode viver o amanhã hoje.

Tudo que podemos em nosso calendário é viver sempre o hoje. O DIA QUE O SENHOR AGIU!

Então, neste último “post” do ano, eu convido você a “VIVER ESTE DIA”!
Você tem que estar presente nele para ganhar. Não vamos sobrecarregar o dia de hoje com os problemas de amanhã e nem os arrependimentos de ontem.

Feliz 2012! Viva cada dia de uma vez e seja muito feliz!


Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...