SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

terça-feira, 27 de março de 2018

"Paranóia, paranoia ou tanto faz? "- por António Pereira

 No cinema encontrei esta "paranóia" acentuada...
Aqui, o Novo Acordo Ortográfico introduziu uma mudança na acentuação (tanto no Brasil como em Portugal).
Escrevíamos “paranóia”, mas a nova regra arrastou o acento para a poeira do esquecimento ou para o pelourinho do descontentamento, consoante os casos:
“Não se acentuam graficamente os ditongos representados por ei e oi da sílaba tónica das palavras paroxítonas (…): assembleia, boleia, ideia (…), Azoia, boia (…), estroina, heroico, introito, jiboia, moina, paranoico, zoina.” (Base IX, nº 3).
Em Portugal, o ditongo ei já não era acentuado, pelo que esta é uma das raras situações em que o Brasil é o mais afetado.


CONCLUSÃO:

PORTUGAL e BRASIL

Escrevíamos paranóia mas passamos a escrever paranoia.

Notas:
A vantagem desta alteração é que passamos a ter uma regra sem exceções, enquanto a que a determinava a acentuação do ditongo oi admitia casos especiais como comboio, boina e dezoito).
O acento só é retirado dos ditongos ei e oi nas palavras paroxítonas (graves). Nas palavras oxítonas (agudas), estes ditongos, quando abertos, mantêm o acento agudo: dói, destróis, véu,papéis.

António Pereira

Fonte:http://acordo-ortografico.blogspot.com.br/2013/08/paranoia-paranoia-ou-tanto-faz.html

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...