SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Metáfora para o professor.


"Roland Barthes faz uso de uma linda metáfora poética para descrever o que ele desejava fazer, como professor: maternagem – continuar a fazer aquilo que a mãe faz. É isso mesmo: na escola, o professor deverá continuar o processo de leitura afectuosa. Ele lê: a criança ouve, extasiada! Seduzida, ela pedirá: Por favor, ensine-me! Eu quero poder entrar no livro por minha própria conta...

Toda a aprendizagem começa com um pedido. Se não houver o pedido, a aprendizagem não acontece. Há aquele velho ditado: É fácil levar a égua até ao meio do ribeirão. O difícil é convencer a égua a beber. Traduzido pela Adélia Prado: Não quero faca nem queijo. Quero é fome. Metáfora para o professor."

Rubem Alves

Feliz dia a todos os professores guerreiros deste país!

Imenso abraço, Aline Carla Rodrigues.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...