SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

sábado, 31 de outubro de 2015

Intimidade






Intimidade significa muito mais que o desnudar de corpos. Só mesmo adolescentes ou pessoas primitivas pensam somente em sexo quando se fala em "intimidade".

É saber dos gostos e dos desgostos do outro, das histórias mais alegres e das tragédias tristes de sua vida. É saber de sua família e de sua rotina, do nome dos filhos do amigo e das preferências literárias da irmã dele.

É carinho, gentileza, compreensão e paciência. Carinho e gentileza não apenas no toque físico, mas nas palavras e no tom das palavras. Compreensão e paciência não apenas quando o outro pede, mas quando ele mais necessita.

É penetrar no terreno sagrado do lar da outra pessoa e lá se sentir pessoa da mesma família, quase irmãos.

É faltar àquela reunião importante de negócios, porque o filho tá com 40 graus de febre.

É deixar de ir naquela viagem tão sonhada ao Exterior, porque a prima tá hospitalizada, e porque vocês sempre viajam juntos.

É deixar de fazer a própria festa de aniversário, porque o irmão se divorciou e está com depressão, e assim não se tem muitos motivos para comemorar este ano em família.

São longos telefonemas que entram pela madrugada, ouvindo aquela amiga apaixonada que não aceita o rompimento com o namorado.

São noites de vigília em quartos de hospital, enquanto a Avó nonagenária se despede lentamente deste mundo.

São abraços de conforto em velórios dolorosos, apenas balbuciando-se para o amigo em luto que "tudo vai ficar bem".

Sao cumplicidades indestrutíveis, mesmo com a passagem do tempo. É o recordar de brincadeiras de quando eram crianças, mesmo que os dois já tenham passado dos 70.

São cafés fumegantes feitos de improviso e caronas para o aeroporto, tarde da noite, por avenidas desertas e perigosas, porque o emprego do outro assim exige.

São abraços silenciosos sem nenhum motivo, ou pelo simples motivo de estarem vivos e juntos.

É a mão que ampara quando o mundo nos vira as costas. É a voz da Esperança de que nosso problema se resolverá, embora nós mesmos já não estejamos tão certos disto.

É o conselho sério e oportuno quando a vida nos parece ser só festa.

É fazer toda semana a barba do velho pai, tarefa impossível para o idoso conseguir sozinho sem se ferir gravemente, pois sofre do Mal de Parkinson.

É empurrar sem reclamar a cadeira de rodas da própria mãe, embora esta não mais reconheça sua filha, pois está com o Mal de Alzheimer em grau avançado.

Intimidade é algo muito, muito profundo e abrangente pra ser confundida com apenas sexo...E intimidade entre duas pessoas não vem senão depois de longo tempo de convivência e confiança, de dedicação e de Amor...



© obvious

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...