SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Há 26 anos, 'De Volta para o Futuro 2' via 2015: Veja as previsões certas e as que passaram longe


Image copyrightAFPImage captionO DeLorean, carro que leva Marty e Doc em viagens no tempo: previsões de como seria 2015 acertaram em partes e erraram em outras

Em novembro de 1989, Marty McFly e Doc Brown chegaram ao futuro no segundo filme da trilogia De Volta para o Futuro. E o futuro, naquela época, era o dia 21 de outubro de 2015.

Assistindo novamente ao longa quase 26 anos depois, é impressionante notar como muitas das tendências tecnológicas mostradas no filme são comuns no presente.Image captionA viagem ao futuro foi justamente para 21 de outubro de 2015

Mas De Volta para o Futuro 2 também cometeu erros. Veja abaixo alguns exemplos de previsões acertadas do filme, bem como as que passaram longe da realidade atual:
Transportes

"Para onde vamos não precisamos de estradas" - esta foi uma promessa que o filme não cumpriu.



Empresas ensaiaram, sem sucesso, lançamentos de carros voadores. A Terrafugia, de Boston (EUA), é um exemplo: prometeu começar a vender um modelo em 2012, mas ainda está tentando viabilizar o negócio.

De Volta para o Futuro 2 pode ter errado quanto aos carros pelos céus das cidades, mas acertou em um detalhe.

Ouça os efeitos sonoros usados para os carros do filme: eles são quase silenciosos e fazem apenas um zumbido muito baixo, algo que hoje podemos associar ao Toyota Prius e outros carros elétricos.

Mas o conversor de energia Mr. Fusion, que transformaria lixo em combustível para o carro, ainda não é viável.

Algumas empresas, no entanto, já testam a geração de energia a partir do lixo. Cidades britânicas como Bristol e Bath recentemente começaram a usar ônibus cujo combustível é feito a partir do tratamento do esgoto e da comida descartada.


Também há esforços em curso em outros lugares para transformar os detritos gerados pela agricultura em um suplemento para gasolina. E o Brasil é um dos maiores produtores e consumidores de biodiesel do mundo.
Image captionHoverboard não é uma realidade tão distante em 2015

O modo como o personagem Biff pagou uma corrida de táxi, com a impressão digital do polegar, não é tão diferente da maneira como pagamos por serviços de transporte como aplicativos de táxi, Uber e seu concorrente Lyft, sem usar cédulas de dinheiro.

Até a famosa cena do skate voador, ou hoverboard, não parece totalmente absurda em 2015.

A Lexus demonstrou o funcionamento de seu hoverboard em agosto. Ele requer uma pista de trilhos de metal no chão para poder levitar.

Recentemente o skatista Tony Hawk também foi filmado testando um outro hoverboard, o Hendo, baseado em uma tecnologia magnética parecida à usada pelo skate voador da Lexus.

No entanto, placas de carro com códigos de barra não viraram realidade.

______________________________________________________________
Moda e beleza

O uso da tecnologia nas roupas já havia sido previsto pelo filme na jaqueta usada por Marty.

As roupas de hoje podem não ter todas as funções do casaco cinematográfico, como o secador interno. Mas alguns pioneiros já estão fazendo experiências: como encaixar eletrônicos nos tecidos das roupas.

Os quepes da polícia de De Volta para o Futuro 2 têm pequenas telas onde é possível ler mensagens. O paralelo disso no presente são os vestidos da marca CuteCircuit's, que mostram tuítes.

A Nike, por sua vez, já patenteou os tênis que se amarram sozinhos, parecidos com os mostrados no filme.

Quanto aos cuidados com o corpo e a pele, no momento ainda não há esfoliação tão efetiva contra o envelhecimento ao estilo mostrado no personagem de Doc, que foi a uma "clínica de rejuvenescimento".

Mas as 6,7 milhões de injeções de botox e 1,2 milhão de peelings químicos realizados apenas nos Estados Unidos no ano passado sugerem que muitos estão pelo menos tentando.

BBC

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...