SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Revisão de pontuação



Pontuação é, na Língua Portuguesa, um assunto meio espinhoso porque é mal ensinado. Você deve se lembrar que as professoras (e professores) que repetiam que a vírgula é para respirar durante a leitura. Esqueça disso. Pontuação é muito mais que isso. O problema é que você sabe que precisa dela, sabe que ela é importante dentro do texto, mas acaba não estudando sistematicamente como faz com Literatura ou mesmo com as orações subordinadas. Nunca é demais lembrar que a pontuação é muito importante para organização das ideias, para clareza do que se quer dizer e, portanto, deve ser vista e treinada com exercícios práticos que nos coloquem em situações claras de uso.

Vamos ver alguns casos que julgo importantes para estudar.

Ponto-e-vírgula

a) Atenciosa, Letícia ouvia as explicações do professor; desatento, Mário não prestava atenção à aula.

- separa partes de um período em que exista vírgula.

b) No supermercado, Ana comprou: frutas e legumes; produtos de higiene pessoal; produtos de limpeza; utensílios domésticos.

- separa os diversos itens de uma enumeração.

Reticências

a) "Não têm carne e sangue..." (C. D. de Andrade)

- indicam suspensão do pensamento.

b) Acho que devemos falar... Ou é melhor não falar?...

- indicam hesitação.

Vírgula

a) Leu várias obras a respeito de Spinoza, Locke, Hobbes, Hegel, Kant.

- separa uma enumeração.

b) Ó querida, não se esqueça de sorrir sempre!

- separa o vocativo.

c) Na casa do amigo Antônio, ela conversou comigo.

- separa o adjunto adverbial ou advérbio longo.

d) Os olhos, dois enormes lagos verdes, fitaram-me.

- separa o aposto ou termo de valor explicativo.

e) Os garotos chegaram à festa, conversaram com os amigos, riram, dançaram e divertiram-se.

- separa as orações coordenadas assindéticas.

f) Esta tarde chuvosa, disse ele, passará logo.

- separa as orações intercaladas.

g) Embora estivesse muito cansada, resolveu ir para o parque.

- separa as orações subordinadas adverbiais, precedidas da principal.

h) Chegamos atrasados, no entanto conseguimos ver a apresentação.

- aparece antes das conjunções coordenativas.

i) Minha irmã, que dormia no berço, acordou assustada.

- separa as orações subordinadas adjetivas explicativas.

j) Alegre e feliz, ele andou pela praia.

- separa adjetivos que exercem função predicativa.

>>>> Uma observação importante a respeito da vírgula é que não se separa:

- sujeito do verbo.

Ex.: Aquela menina, é filha do João. #errado

- o verbo de seus complementos.

Ex.: Paulo ofereceu, muitos livros a sua sobrinha. #errado

Travessão

a) "— É de São Paulo?
— Não. de Hong Kong." (Walcyr Carrasco)

- indica a fala de alguém.

b) "Cândida que — com sua cara impassível de querubim — prepara-se para amarrar uma jarra caríssima no rabo do cachorro." (Luis Fernando Verissimo)

- separa um elemento no interior da frase.

Dois-pontos

a) Como disse Glauber Rocha: "Uma câmera na mão e uma ideia na cabeça".

- indicam início de citação.

b) "E então ouve, incrédula, a voz do marido:
— Carminha, traz mais cerveja para o Dr. Ariel..." (Luis Fernando Veríssimo)

- indicam uma fala.

Aspas

a) "Uma chuva fina caiu na toalha, molhou as roupas,
encheu os copos." (João Cabral de Melo Neto)

- indicam uma citação.

b) Cervical significa "relativo ao colo uterino ou da bexiga".

- destacam uma palavra ou expressão.

Ponto final

Mônica admirou o pôr do sol e adormeceu.



- indica conclusão de uma oração.

Fonte: Análise de textos

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...