SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Israelenses criam relógios inovadores

Uma das criações do Studio Ve, o relógio Manifold é composto por uma folha que dobra e desdobra, acompanhando o tempo

Os caminhos traçados pelos israelenses Shay Carmon e Ben Klinger antes de assumirem o posto de designers garantiu a eles o título de geeks genuínos. Shay graduou-se em Matemática pela Universidade de Tel Aviv, tornou-se professor e trabalhou durante vários anos na indústria da alta tecnologia até decidir interromper tal curso e voltar-se a sua verdadeira paixão: o design. Algo parecido aconteceu com Ben. No início da carreira, ele se dedicou a projetos digitais e, com o tempo, sentiu vontade de usar seu interesse pelo universo online para criar objetos funcionais e inovadores.


Os criativos que tocam o Studio Ve: Ben Klinger (à esquerda) e Shay Carmon (à direita)

Para adquirir o background necessário, Ben e Shay ingressaram no curso de design do Instituto de Tecnologia de Holon – e foi exatamente ali que seus caminhos se cruzaram. Depois da parceria em alguns projetos, a dupla decidiu fundar, em 2010, o Studio Ve. As quatro versões de relógios desenvolvidas pela dupla (apresentadas aqui) pode ser considerada uma prova convicta de que o destino fez muito bem ao unir os criativos.

Com base de cerâmica, o Lithe tem ponteiros longos, que criam um fluxo suave quando se movem, inspirado em movimentos de dança

O modelo Lithe foi inspirado em passos de dança. Seus ponteiros finos, feitos de aço e mais compridos que o braço humano, garantiram o efeito desejado pela dupla. Quando as horas e os minutos mudam, eles balançam de forma delicada e continua, num movimento que demora alguns instantes para cessar.
Ainda sobre o Lithe, apesar da sua base ser compacta (diâmetro de 15cm), a volta dos seus ponteiros traça um círculo de 1,6 cm de diâmetro na parede

O Manifold é composto por uma mesma folha que se enrola e desenrola com o correr do tempo, criando uma forma diferente dependendo do ângulo que se olha. A ponta maior indica os minutos, enquanto a menor marca as horas. Para criar o modelo, Shay e Bem se inspiraram nos princípios da geometria de Riemann, que apontavam noções particulares de ângulos, comprimentos de curvas e volume..
Na imagem ilustrativa, é possível entender o movimento do relógio. A ponta maior indica os minutos e, a menor, as horas.
Modelo disponível em diferentes cores têm base de cerâmica com diâmetro de 10 cm e o diâmetro total da sua volta na parede alcança 36 cm



Como o próprio nome indica, o Orbitsnasceu a partir de um estudo de órbitas, ou seja, da trajetória que um corpo percorre ao redor de outro sob a influência de alguma força, normalmente a gravidade. Traduzindo isso na forma de design, a dupla moldou uma peça com três círculos, que marcam horas, minutos e segundos.
Três círculos com tamanhos de diâmetro distintos funcionam como os ponteiros improváveis do modelo Orbits
Os ponteiros do Orbits são feitos de fibra de carbono e pesam poucas gramas. O diâmetro da base de metal é de 13 cm

Por fim, o modelo Perspective desdobra-se em cinco versões, criadas justamente para reforçar a ideia de que não existe uma só maneira de mostrar a dimensão do tempo. Eles têm a mesma linguagem minimalista, mas os ponteiros revelam formas distintas. “Somos apaixonados por relógios e pelo fenômeno do tempo - como ele é medido, como é transmitido. Queremos criar objetos que façam os usuários pensarem”, revela a dupla.
Um dos relógios Perspective, que tem base e ponteiros de metal. Os dois pontos de encontro das retas marcam as horas e os minutos. No caso, são 6 horas em ponto
Nesta versão, o item minimalista revela ponteiros múltiplos, que estão agrupados na ponta que foca as horas
Aqui, os três ponteiros são tridimensionais e extrapolam o plano, formando triângulos
Por fim, o item batizado como Z clock, que tem ponteiros geométricos e não apenas linhas retas.
Fonte: Casa Vogue

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...