SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Os chapéus que a vida nos impõe


[Cultura e Fotografia]
Quanto você pode carregar
A ideia da série fotográfica de Floriane de Lassee lhe veio quando em viagem a África, em 2012. A fotógrafa observou que havia algo comum em todos os lugares por onde andava: caminhantes carregando objetos na cabeça. Todos pendendo para trás, devido ao peso e cansaço, mantendo o pescoço para a direita, a fim de manter o equilíbrio. Lassee os comparou a formigas.
Na visão da fotógrafa o fato lhe remetia a dois aspectos distintos. Por um lado, as imagens em si mesmas, que pendiam entre o agradável e o “maluco”. De outro, uma leitura subjetiva do peso que todos nós, de alguma forma, carregamos pela vida, física e/ou psicologicamente.
Floriane de Lassee
Floriane de Lassee (37) é francesa, vive e trabalha em Paris. Como fotógrafa, tem viajado o mundo num micro-ônibus 4x4, de câmera na mão. Já esteve na Etiópia, Ruanda, Nepal, China, Brasil, entre outros países.
O trabalho de Lassee esteve em exposição de fevereiro a março deste ano na La Galerie Particuliere
"‘Quanto você pode carregar’ é acima de tudo uma homenagem aos portadores de vida; aqueles cuja vida é pesada e onde os sorrisos e risos se tornam a chave para uma existência suportável".




















































Reunindo imagens
O que faz alguém reunir imagens sobre determinado tema? A princípio, duas paixões: pelo tema e pelas imagens [às vezes mais pela primeira, n’outras, pela segunda]. Ao mesmo tempo, surge um sentimento confuso de identificação com algo maior, que transcende nossa compreensão imediata, mas que, aos poucos, vai tomando forma, ganhando corpo e acaba por ter um rosto.
Nas imagens que reunimos sobre os pesos que as pessoas carregam sobre a cabeça e até de alguns chapéus, inicialmente sem uma razão aparente, acabou tomando o corpo e o rosto do fardo que todos carregamos. Cada qual com o seu, cuidando de modo muito particular de sustentá-lo pela vida. Visão bem próxima da que levou Lassee a construir sua série fotográfica.
Percebemos, à medida que fomos escolhendo as imagens, que a cultura está embutida no peso do fardo que as pessoas levam vida afora, aliviando-o ou tornando-o cada vez mais pesado.




































































Entre a série fotográfica de Lassee e as recolhidas na web

Floriane de Lassee construiu suas imagens de acordo com a cultura de cada povo, sob a ótica de que os fardos dependem de onde se vive, da sociedade à qual se pertence.
De um lado, Lassee trabalha a criatividade, do outro, é vida real.
Lassee busca seus modelos entre o povo, as imagens retratam pesos impostos, fardos que não pertencem ao povo que os carregam – chapéus que a vida nos impõe.
As fotografias de Lassee constroem uma série, as imagens são construções diárias.

Veja também:
Um chapéu na Presidência

Fontes: MediaPart, Site da artista

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...