SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

domingo, 27 de abril de 2014

Mistérios explicados pela arte por Mol-Tagge


Alguns mistérios do mundo podem ser explicados através de uma única palavra: arte. Arte pela arte. Arte como a primária expressão humana. Necessitamos da arte para libertarmos o sobrenatural em nós e necessitamos do sobrenatural para suportarmos a natureza de nossa humanidade.


Mistérios do mundo explicados pela arte
[Arte e Cultura]
Caso ocorra uma catástrofe em nosso mundo, o que dirão os homens dos anos 2300-2500, sobre os monumentos que hoje construímos e que, por um desses inexplicáveis acasos, sobreviverem à destruição? Eles, sem nenhuma noção do que fomos e aqueles monumentos incríveis, ostentando uma tecnologia que, certamente, sob a ótica dos “novos humanos” não seríamos capazes de possuir.

Os Moais
As 887 estátuas monumentais da Ilha de Páscoa, conhecidas como Moais, são consideradas um mistério. Mas quem chegar a Esbjerg [Dinamarca] será recebido por monumentos tão colossais quanto eles – quatro homens sentados em cadeiras, visíveis a 10 km da costa.
A obra foi criada por Svend Wiig Hansen, por ocasião do 100º aniversário do município, tornado independente em 1994.
Conceitualmente, a partir de suas estaturas e rigidez [como nos monumentos egípcios], a obra de arte representa o encontro dos homens puros, inocentes e de mãos limpas, com a natureza.

Moais – Ilha de Páscoa / Rapanui

O homem encontra o mar – Svend Wiig Hansen





Imagens do Google Earth
Logo após o lançamento do Google Earth a web foi invadida por imagens, no mínimo, curiosas. Certamente, grande parte delas são ilusões de ótica, outro tanto tem uma explicação lógica e outras ainda são obras pensadas e executadas por pessoas determinadas.
Esse é o caso da floresta em forma de guitarra criada pelo argentino Pedro Martin Ureta. São mais de 7 mil eucaliptos que compõem o corpo, braço e boca da guitarra, contornados por cipestres, e as cordas são formadas por eucaliptos azuis.
Embora se trate de uma verdadeira obra de arte, a floresta em forma de guitarra de Martin Ureta foi criada em homenagem à sua esposa Graciela, falecida aos 25 anos devido a um aneurisma cerebral.

Árvore Azul – Google Earth (Austrália)

Lábios na Terra – Google Earth (Darfur/Sudão)

Paz Mundial – Google Earth (Ontário/Canadá)

Floresta em forma de guitarra - Pedro Martin Ureta (Planaltos argentinos)



Disseminação de uma mesma ideia em vários lugares do mundo
Muito se questiona o fato de existirem pirâmides em várias partes do mundo, construídas no mesmo período em que os egípcios construíam as suas e algumas até muitos anos anteriores e ou posteriores. Considere-se que não havia comunicação entre regiões tão distantes.
Contudo, não tão raro quanto se imagina acontecer ideias idênticas em pessoas completamente diferentes e distantes espacial e temporalmente.

Gebel Barkal (Núbia/Sudão)

Kukulcán (Chichén Itzá/México)

Um dos principais monumentos da cidade de Sukuh (Java/Indonésia)
Na cidade mineira de Ouro Preto, no Sábado de Aleluia, acontece a confecção dos tapetes de serragem, de uma beleza indescritível, não só pela obra de arte que é realizada comunitariamente, mas, também, pela extensão da obra. O costume teve início em 1733.
Embora seja necessário considerar o acesso irrestrito à informações na atualidade, ideia extremamente similar teve o arquiteto e paisagista belga Etienne Stautemans que, criou, em 1971, no Grand-Place, o primeiro tapete de begônias de 77 x 24 m.

Tapete de serragem – Semana Santa (Ouro Preto/MG)

Tapete begônias – Homenagem à França (Bruxelas/2008)

Tapete begônias – Homenagem à África/Croqui (Bruxelas/2008)

Tapete begônias – Homenagem à África (Bruxelas/2008)
Considerações finais

Talvez os exemplos sejam singelos para a força das palavras – Mistérios explicados pela arte. Mas na singeleza dos exemplos, clareia como se tudo o que complicamos, teorizamos em excesso, não passe de raciocínios simplesmente humanos.



Fontes: Atlas Obscura, Site oficial Ouro Preto, Whenonearth [esculturas], Whenonearth [tapetes], Mol-Tagge

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...