SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

SANTOS DUMONT POR LARTIGUE



O brasileiro Alberto Santos Dumont (1873-1932) foi uma grande admiração de Jacques Henri Lartigue. Em 1906, Maurice, irmão do fotógrafo, começou a construir artefatos voadores na antiga adega do castelo de Rouzat. Sempre interessado em movimento (das pessoas, dos carros), Lartigue passou a fotografar dirigíveis e aeroplanos.



Filho de uma rica família de fazendeiros de café, Santos Dumont realizou na França suas experiências a partir de 1898 e ao longo das primeiras décadas do século XX. Em 12 de novembro de 1906, por exemplo, o 14-bis decolou no bosque de Boulogne, em Paris, batendo o recorde europeu de duração em voo (220 metros em 21 segundos).

Comemorando, naquela mesma noite, sua vitória no restaurante Maxim’s, ele explicou ao amigo Louis Cartier as dificuldades que tinha para pegar e verificar, durante o voo, seu relógio de bolso. Cartier, então, concebeu o primeiro relógio de pulso do mundo, que Santos Dumont passou a usar.

Lartigue obteve em 1908 a carteira de membro da Liga Aérea e pôde entrar nas pistas de aviação, fotografando Roland Garros, Santos Dumont, Hubert Latham, Louis Paulhan, os irmãos Farman, Louis Blériot e outros.

Ele acompanhou o aviador brasileiro em alguns experimentos e passeios, como numa temporada em Saint-Moritz, na Suíça, em 1913. As imagens de Santos Dumont captadas por Lartigue estão nos álbuns do fotógrafo reproduzidos nesta página.






























Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...