SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

terça-feira, 30 de julho de 2013

Sob o olhar de Domingos Souza, Nando Reis, no show do SESC em Teresópolis.


"E por isso voltou
Pra quem sempre amou
Mesmo levando a dor
E aquela mágoa
Mas segurando a sua mão
Sentiu sorrir seu coração
E amou como nunca havia amado..."

(A Minha Gratidão É Uma Pessoa)
Nando Reis


"Em tudo que eu faço
Existe um porquê
Eu sei que eu nasci

Sei que eu nasci pra saber..."

(Agora Só Falta Você)
Nando Reis


"Não me canso de esperar
que você de mim se lembre
tenho fé no amanhã
teu amor eu quero..."

(Não Me Deixe Nunca Mais)
Nando Reis


"Todo encontro é o jeito do acaso
Achar no sonho
Uma miragem
Onde o oásis
Água inventa
O mar do nada é
Impossível
Erro e dor"

(Mosaico Abstrato)
Nando Reis


"Sabe, quando a gente tem vontade de encontrar
A novidade de uma pessoa
Quando o tempo passa rápido
Quando você está ao lado dessa pessoa
Quando dá vontade de ficar nos braços dela
E nunca mais sair"

(Sei )
Nando Reis


"Enquanto isso
Anoitece em certas regiões
E se pudéssemos
Ter a velocidade para ver tudo
Assistiríamos tudo
A madrugada perto
Da noite escurecendo..."

( Enquanto Isso)
Nando Reis


"Por onde andei
Enquanto você me procurava?
Será que eu sei
Que você é mesmo
Tudo aquilo que me faltava?"


( Por Onde Andei )
Nando Reis



"Nem a dor dessa saudade
Futura flor que não abriu
Nem a distância entre as cidades
Podem te afastar de mim"

(Pra Quem Não Vem)
Nando Reis


"Eu estava passeando no pomar
Quando de repente 
Eu vi um leão
Ele queria devorar
Aquela linda princesinha de verão
Que bobeando sob a luz de um luar
Atraía com seu cheiro o leão..."

( Pomar )
Nando Reis


"Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Sentir sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir"


(Pra Você Guardei O Amor)
Nando Reis

"Para o presente da noiva: Marzipã
Para adidas o conga: Nacional
Para o outono a folha: Exclusão
Para embaixo da sombra: Guarda-sol
Para todas as coisas: Dicionário
Para que fiquem prontas: Paciência
Para dormir a fronha: Madrigal"

( Diariamente )
Nando Reis

"O céu está no chão
O céu não cai do alto
É o claro, é a escuridão
O céu que toca o chão
E o céu que vai no alto
Dois lados deram as mãos
Como eu fiz também
Só pra poder conhecer
O que a voz da vida vem dizer..."

(Dois Rios)
Nando Reis

"O que está acontecendo?
O mundo está ao contrário e ninguém reparou
O que está acontecendo?
Eu estava em paz quando você chegou"

( Relicário)
Nando Reis



"Eu vivo sempre
No mundo da lua
Tenho alma de artista
Sou um gênio sonhador
E romântico..."


( Lindo Balão Azul )

Nando Reis


"Meu pai não tinha educação
Ainda me lembro, era um grande coração
Ganhava a vida com muito suor
E mesmo assim não podia ser pior
Pouco dinheiro pra poder pagar
Todas as contas e despesas do lar"

( Marvin )
Nando Reis

"Se eu acordo preocupado com as
Providências como uma conta no banco
Que eu não tenho dinheiro pra pagar
Isso me aflige e atrapalha
Faz com que eu não me de conta
De outras coisas
Que eu deveria cuidar"

( Me Diga )
Nando Reis

"Uh... Baby
Por que você foi pra tão longe?
Não precisava tanto
Bastava só não telefonar"

( Mesmo Sozinho )
Nando Reis

"Queria consegui dizer
O quanto eu sofri
E a falta de você me faz
Diferente até de mim

Tentei fugir pra longe
Mas não saí daqui
Estradas não faltavam
Faltava o combustível"


( Tentei Fugir )

Nando Reis




"Sou lá fora o frio
seu casaco
está guardado
você não vai passar em casa ?

E agora que eu amo você
O mundo não precisa nunca mais girar
Porque agora que eu amo você
Se eu amo
Você."


( Um Simples Abraço )
Nando Reis

"Vento, silêncio e acima o teto
Ruge o vento tudo deserto
Entro pra dentro você tão perto
Desespero de ternura e afeto..."

( Ternura & Afeto )
Nando Reis

"A primeira estrela que eu vi no céu.
A primeira vez que eu vi você marcou.
Tudo que eu sempre sonhei veio de você e nunca tive tempo pra agradecer você!"

( Vem, Vem, Vem )
Nando Reis

"Assim que eu entro já no cumprimento eu reconheço as múltiplas perguntas que na ausência entram em meu lugar
Seus olhos fitam com medo.
A única certeza que eu tenho é absurda pois a dúvida sustento porque não me mudar
Pro seu apartamento
Hoje mesmo."


( Hoje Mesmo )
Nando Reis

"Eu não consigo me convencer
Que essa vida não foi injusta
Tanta falta me faz você
Queria ver você em casa"

( Meu Aniversário )
Nando Reis

"O pior é não saber, como seria uma vida com você porque não há
O melhor como saber porque a vida ainda não é com você
Como será te beijar, te beber,te amar e te comer?
Como o chão come a semente e o botão devolve a flor
Sob o céu inexistente, como o sol sem ser calor..."

( Isso Eu Já Sei )
Nando Reis

"Há sempre
A pequena chance
De o impossível rolar
Soterrar o mundo 
Como uma avalanche
Só pra que possa sobrar
Apenas eu e você"

(Sua Impossível Chance)
Nando Reis

"As vezes eu acho que o mundo inteiro se revoltou contra mim
Sem nenhum porquê, eu viro a mesa, parece ser o fim
Mas quando me lembro que tenho você eu procuro me acalmar
Isso me consola e tudo melhora e a cabeça volta pro lugar"

(Você Me Faz Continuar )
Nando Reis


"Eu nunca consegui me explicar
Por que você não quis me ouvir falar
E deixo todo meu amor aqui
Jamais eu direi, que me arrependi
Pelo amor que eu deixar..."

Você Pediu e Eu Já Vou Daqui
Nando Reis

"Eu só queria que você cuidasse
Um pouco mais de mim
Como eu cuido de você
Cuidar é simplesmente olhar
"Prum" mundo que você não vê
Pra medir o amor não existe cálculo..."

( Luz Antiga )
Nando Reis

"E eu falei,
Contra toda a granada disparada
Pela minha ansiedade
E a fragilidade e a insegurança
Sobre toda a vontade desenhada
Pela minha intensidade
E a ingenuidade de uma criança
Que é você que eu quero
Com você eu quero me casar..."


( Hoje eu te pedi em casamento )
Nando Reis

"Você não precisa achar que me fere, corresponder
Nunca pedi, isso eu nunca esperei
Doce a dor essa vida, grande misterio pra resolver
Sonho a dor que avista é o que os olhos cegos não podem ver
Fazer do zero, muito
Luz no céu escuro, pra gente se ver"

( Zero Muito )
Nando Reis

"Não sei porque você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar..."

"Quis o doce, era tão doce, enjoou
Quis voltar a pé
E quis mais, sem pensar no quanto custou
Quis brigar por um motivo qualquer
Nem quis ouvir o recado, não o apagou
Quis que eu cuspisse o chiclete
Quis fazer uma surpresa pra mim
Mas não aguentou"

( Sortimento )
Nando Reis

"Ponho os meus olhos em você
Se você está
Dona dos meus olhos é você
Avião no ar



Um dia pra esses olhos sem te ver
É como chão no mar
Liga o rádio à pilha, a TV
Só pra você escutar
A nova música que eu fiz agora 

Lá fora a rua vazia chora



Pois meus olhos vidram ao te ver
São dois fãs, um par
Pus nos olhos vidros para poder
Melhor te enxergar
Luz dos olhos para anoitecer
É só você se afastar
Pinta os lábios para escrever
A sua boca em minha

Que a nossa música eu fiz agora
Lá fora a lua irradia a glória
E eu te chamo, eu te peço: Vem!
Diga que você me quer
Porque eu te quero também!

Passo as tardes pensando
Faço as pazes tentando
Te telefonar
Cartazes te procurando
Aeronaves seguem pousando
Sem você desembarcar
Pra eu te dar a mão nessa hora
Levar as malas pro fusca lá fora?

E eu vou guiando
Eu te espero, vem?
Diga que você me quer,
Porque eu te quero também.
E eu te amo!
E eu berro: Vem!
Grita que você me quer
Que eu grito também!
Hei! Hei!?

E eu gosto dela
E ela gosta de mim
Eu penso nela
Será que isso não vai ter fim?"

( Luz Dos Olhos )
Nando Reis



Querido Nando Reis, sou sua fã incondicional!
 Fiz esta postagem embasada num poupourrit de várias músicas de sua autoria, e espero que goste.
Mas nada disso aconteceria se não fosse o olhar de Domingos Souza,
 que através de sua lente conseguiu captar exatamente a essência de toda a energia musical
existente em você e sua banda.
Todo o trabalho fotográfico foi realizado por ele, e assim sendo ofereço "Luz dos Olhos"
com muito amor a esse amigo que mora também em meu coração.
Digo sempre aos meus alunos que não sei viver sem suas canções.
Obrigada por sua sensibilidade que a cada dia me faz crescer.
Imenso abraço, Aline Carla Rodrigues.
Inverno de 2013.



Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...