SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Qualquer coincidência é mera semelhança


O fotógrafo suiço Francois Robert retratou na série “Faces” a nossa surpreendente capacidade cerebral de formar rostos em objetos comuns. Reconhecendo olhos, bocas e narizes em detalhes de ferramentas, tomadas ou até casas, a nossa imaginação atribui uma personalidade humana a estes objetos.


© Francois Robert.

Quando conheci este projeto de Francois Robert apercebi-me de que, afinal, não era a única a encontrar caras espalhadas por diversos objetos do dia-a-dia. Já perdi a conta de quantas pessoas imaginárias surgiram enquanto olhava para as nuvens. Ou de quantos rostos apareceram numa simples caixa de ferramentas.

Porém, não sei dizer-vos como tudo começou. Ao invés, o fotógrafo suíço recorda bem o primeiro rosto que viu num cadeado, em 1977. Desde então, dedicou-se a registar todos os que encontrava: sorridentes, enigmáticos ou até tristes. Francois captou este mundo das expressões emocionais formadas pela nossa imaginação, pormenorizando a forma surpreendente como se associa caras humanas a estes objetos. E a verdade é que surgem, como por magia, por toda a parte: estão em casas, ferramentas, tomadas, esfregonas ou sapatos.


© Francois Robert.


© Francois Robert.

No livro “Face to Face”, reuniou mais de 150 fotografias deste projeto. A edição obteve tal êxito que acabou por esgotar e levar a uma nova publicação - “Faces”, da Chronicle Books. Desde 2004, estas imagens já passaram também por várias exposições na Suiça, Alemanha e Holanda.

Francois estudou design gráfico e vive atualmente nos Estados Unidos. Para conhecer mais sobre os seus trabalhos faça uma visita ao website.


© Francois Robert.


© Francois Robert.


© Francois Robert.


© Francois Robert.


© Francois Robert.

Leia mais: http://obviousmag.org/archives/2012/11/francois_robert_objetos_de_rosto_humano.html#ixzz2CcnBIP4X

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...