SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

sábado, 10 de novembro de 2012

ABRACE-ME





“Alô, alô, Terezinha – aquele abraço! Alô, moça da favela – aquele abraço! Todo mundo da Portela – aquele abraço!” É o que diz a canção do cantor Gilberto Gil composta em 1972. O abraço é um gesto de afeto, ocorre entre amigos, familiares, casais. Traz ao ser humano uma sensação de proteção e acolhimento. Já cheguei a ver campanhas que incetivavam as pessoas a se abraçarem. É dito que o abraço é benéfico à saúde. Tem poder de cura. Além de ser um ato universal, compreensível a todos. E você, já abraçou alguém hoje?

A tela em moldura se chama Maternidade e pertence ao artista plástico português autodidata José Fonseca. Acredito que o abraço materno é aquele que muitos experimentam pela primeira vez no mundo. Aconchegante, caloroso, cheio de amor.



Beth Welsh uma artista americana. Todos seus quadros se referem a abraços, com predomínio do lado afetivo e emocional.



Ah quem sozinho ou às vezes triste abrace o travesseiro! É o que mostra a pintora americana Candice Bohannon Reyes na tela que significa Aflição.


E quem gosta de abraçar seu bichinho de estimação! Eu amo. É super fofo! Porém nesta tela a garota parece triste com um olhar desconsolado, como se apertasse contra o peito seu único amigo!



Lori kiergaard uma americana de Illinois, Estados Unidos. Traz um abraço diferente! O homem abraça a mulher como se ela pertencesse a ele, e ela mesmo se abraça como estivesse segura de si, em forma de correspondência.


Domi Dessins é uma artista francesa, apaixonada pela arte desde criança. Mais uma tela abraçando um animalzinho de estimação! Olhe os olhos da moça, parecem tristes, em busca de compreensão! Concorda?


A tela abaixo pertence a artista plástica Ros Ingram nascida em 1971, em Southampton, a maior cidade portuária da costa sul da Inglaterra. Quer dizer abraço queniano, provavelmente se referindo ao Quênia, país africano. Achei lindo o abraço: cheio de amor, vontade, prazer! Inclusive o sorriso no rosto do garoto está a dizer!



Pintor e desenhista autodidata português, Luís César Pena Dourdil nasceu no dia 8 de Novembro de 1914, em Coimbra, e faleceu em 1989, em Lisboa. Suas obras são figurativas e abstratas.


Por fim… Olha só que abraço! Nem cabe direito nos braços. A tela foi feita em 2011 e pertence a artista russa Natasha Villone que vivi há mais de 10 anos nos Estados Unidos. Natasha busca pinturas a óleo que ilustrem o universo infantil, tem como desejo fazer ilustrações de livros infanto-juvenis! Com este talento, não deve estar muito longe, né?


FONTES

Tela, Vida e Obra José Fonseca: http://migre.me/bDGME

Tela Welsh: http://migre.me/bDGPV

Tela Candice: http://www.candicebohannon.com

Tela Aubrey´s: http://aubreysart.blogspot.com.br

Kiergaard: http://kiergaard.com/Home.html

Tela Domi Dessins: http://domidessins.canalblog.com

Tela Ros Ingram: http://www.rosingram.co.uk

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...