SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Dedicatória: um emocionante curta sobre a poesia de Manoel de Barros


Existem ideias geniais que devem ser repassadas ao máximo possível de pessoas. E este pequeno curta-metragem "Dedicatória" é uma delas, que ganhou corpo de história real inventada.
dedicatória-curta-blocofilmes.jpeg
O curta produzido pela produtora bloco filmes, é um monólogo sentimental e intimista de um jovem que se vê em um dilema, que ganha proporções nas asas da imaginação. Tudo decorre da busca pela inspiração em compor uma dedicatória no livro "Poesias Completas" de Manoel de Barros, para presentear uma jovem. Mas a dedicatória não se inscreve, e se torna o ponto de partida para uma viagem literal ao encontro da poesia e as raízes do poeta. 
O resultado é enternecedor. Uma experimentação poética genuinamente bela.
 Abaixo uma descrição que acompanha o vídeo:
Em novembro do ano passado, uma pessoa super importante pra mim, iria fazer aniversário no dia 09. Mais ou menos uma semana antes resolvi dar de presente a ela o livro “Poesia Completa” do Manoel de Barros (poeta preferido dela). Quando cheguei em casa com o livro e decidi escrever a dedicatória. Porém, não consegui. Talvez pela infinita distância entre a beleza da escrita do Manoel e a minha. Ou talvez pela distância entre mim e ela. Não sei. Sei que com isso, comecei a pensar que era o próprio livro que não me deixava escrever nas suas páginas, pensei que como a poesia de Manoel de Barros foi escrita no meio do mato, o livro podia estar traumatizado por estar numa cidade de concreto, precisando se reencontrar com os lugares que ele foi concebido pra me deixar escrever a dedicatória. Pois é, viajei né? Sim, viajei. Dessa viagem da minha cabeça, acabou virando algo real. Como faltava só uma semana para o aniversário Dela, comprei uma passagem no dia seguinte para Campo Grande, terra do Manoel. Nesse momento, pensei em registrar toda essa trajetória de uma forma experimental, para ver se dali saía talvez um curta, um documentário, uma dedicatória. Passei 3 dias lá sozinho, levando o livro pela cidade, pelo meio do mato, no meio dos bichos e afins. Fazendo cada poesia do livro voltar a sentir “o cheiro do sol de lá”… Toda essa trajetória me levou a um final incrivelmente mais lindo do que eu poderia imaginar, mas isso prefiro que vocês vejam no próprio filme. Bom, voltando a trajetória, voltei para Porto Alegre e consegui finalizar o curta até o dia do aniversário. Entreguei para Ela o livro com um laço de presente, na Casa de cultura Mário Quintana. Mas, antes que ela abrisse o livro para ver a dedicatória, fomos até umas das salas de cinema de lá e passei o curta numa sessão fechada pra ela. Essa é a história desse curta, dessa experiência… espero que vocês gostem.”
Leia mais sobre Manoel de Barros em outras publicações no Obvious. 


Leia mais: http://lounge.obviousmag.org/embriaguez_artistica/2012/07/dedicatoria-um-emocionante-curta-sobre-a-poesia-de-manoel-de-barros.html#ixzz212aIxPms

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...