SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

terça-feira, 29 de março de 2011

Toda terça tem no TRIBARTE questões de Artes do ENEM e de vestibulares.


1 - (ENEM, 2009)
 Figura 1
Disponível em:
Acesso em: 24 abr. 2009.

 Figura 2

Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2009.

Comparando as figuras, que apresentam mobiliários de épocas diferentes, ou seja, a figura 1 corresponde a um projeto elaborado por Fernando e Humberto Campana e a figura 2, a um mobiliário do reinado de D. João VI, pode-se afirmar que:

(A) os materiais e as ferramentas usados na confecção do mobiliário de Fernando e Humberto Campana, assim como os materiais e as ferramentas utilizados na confecção do mobiliário do reinado de D. João VI, determinaram a estética das cadeiras.
(B) as formas predominantes no mobiliário de Fernando e Humberto Campana são complexas, enquanto que as formas do mobiliário do reinado de D. João VI são simples, geométricas e elásticas.
(C) o artesanato é o atual processo de criação de mobiliários empregado por Fernando e Humberto Campana, enquanto que o mobiliário do reinado de D. João VI foi industrial.
(D) ao longo do tempo, desde o reinado de D. João VI, o mobiliário foi se adaptando consoante as necessidades humanas, a capacidade técnica e a sensibilidade estética de uma sociedade.
(E) o mobiliário de Fernando e Humberto Campana, ao contrário daquele do reinado de D. João VI, considera primordialmente o conforto que a cadeira pode proporcionar, ou seja, a função em detrimento da forma.


2 - (FGV, 2008, Fase 1) Observe, com atenção, a reprodução da obra abaixo. Trata-se de “Bicho”, da artista mineira Lygia Clark. Ela reflete um momento importante na história da arte brasileira, que é a defesa da participação do observador na obra de arte; ao mesmo tempo, contém em sua forma elementos que dialogam com a tradição da arte, em particular, da arte concreta. A obra foi realizada em alumínio, visando a permitir sua reprodução em escala industrial.
Considerando os elementos presentes na obra e as informações ora trazidas, responda, em um texto dissertativo, de não mais do que 15 linhas:
a. Quais movimentos culturais e sociais fizeram parte desse período?
b. Que elementos da obra evidenciam o diálogo mencionado nesta questão?
c. Como a participação do observador pode ocorrer nessa obra?
d. Em que medida o uso do material reflete o contexto brasileiro no fim dos anos 50 e início dos 60?


“Bicho” (1960) de Lygia Clark - coleção Gilberto Chateaubriand
Pontual, Roberto. Entre Dois Séculos; arte brasileira do séc. XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Editora JB, 1987

3 - (ENADE, 2008) O filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900), talvez o pensador moderno mais incômodo e provocativo, influenciou várias gerações e movimentos artísticos. O Expressionismo, que teve forte influência desse filósofo, contribuiu para o pensamento contrário ao racionalismo moderno e ao trabalho mecânico, através do embate entre a razão e a fantasia.
As obras desse movimento deixam de priorizar o padrão de beleza tradicional para enfocar a instabilidade da vida, marcada por angústia, dor, inadequação do artista diante da realidade.
Das obras a seguir, a que reflete esse enfoque artístico é:
(A)

Homem idoso na poltrona
Rembrandt van Rijn - Louvre, Paris
Disponível em: http://www.allposters.com/gallery.asp?startat=/
getposter.aspolAPNum=1350898

(B)



Figura e borboleta
Milton Dacosta
Disponível em:
http://www.unesp.br
/ouvidoria/publicacoes/ed_0805.php

(C)



O grito
Edvard Munch - Museu Munch, Oslo
Disponível em:
http://members.cox.net/
claregerber2/The%20Scream2.jpg


(D)


Menino mordido por um lagarto
Michelangelo Merisi (Caravaggio) - National
Gallery, Londres
Disponível em:
http://vr.theatre.ntu.edu.tw/
artsfileartists/images/Caravaggio/
Caravaggio024/File1.jpg


(E)


Abaporu - Tarsila do Amaral
Disponível em: http://tarsiladoamaral.com.br/
Obs.: As  resoluções saem na postagem de amanhã. Boa Sorte!!!

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...