SEJA BEM-VINDO!

"A arte diz o indizível; exprime o inexprimível, traduz o intraduzível."

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Jardim do Nêgo em Nova Friburgo, local onde reina a arte.

Geraldo Simplício, conhecido como Nêgo, nasceu no Cariri cearense, precisamente na cidade de Aurora, em 24 de fevereiro de 1943.








Sua primeira exposição foi realizada no Crato, em 1966. Em 1967, expôs na capital do Estado, Fortaleza, e, em 1968, em Recife. Depois, como quase todo o artista nordestino nas décadas de 60 e 70, migrou para o Rio de Janeiro. Na antiga capital do Brasil, morou no Mosteiro de São Bento, onde foi descoberto como escultor por Cecília Falk, quando expunha na Galeria Escada. Na época, além de desenhos, Nêgo fazia escultura em madeira.




Com o apoio Cecília Falk, mudou-se para Nova Friburgo em 1969. Grande parte de suas esculturas em madeira está na Alemanha. Vive hoje em um sítio em Nova Friburgo, conhecido como Jardim do Nêgo. O local, pode-se dizer, é único do gênero no mundo, devido as gicantescas esculturas feitas nos barrancos de terra, constituindo verdadeiras e inenarráveis obras de arte. Nego transformou o lugar onde mora em uma grande galeria ao ar livre. Nos barrancos, estão esculpidos imagens de animais, de uma família de retirantes nordestinos e um presépio de seis metros de altura.

Últimas notícias do Jardim do Nêgo.

O Jardim do Nêgo recebe mais de 500 visitantes por mês,mas foi parcialmente atingido pela lama quando aconteceu a tragédia no dia 12 de janeiro de 2011. As obras de arte do Jardim do Nêgo estão sendo reconstruídas pelo artista.


No jardim que vem sendo moldado pelo Nêgo desde 1982, existiam cerca de 30 esculturas, entalhadas aproveitando os recursos naturais do terreno. Depois do temporal, quatro esculturas foram danificadas e uma desapareceu completamente.
Obs.:Quem souber da reconstrução de suas obras entre em contato comigo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...