SEJA BEM-VINDO!

"A arte diz o indizível; exprime o inexprimível, traduz o intraduzível."

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Geometria e "O Quarto de Van Gogh" como fonte de inspiração.



(Reconstituição do quadro 
"O quarto de Van Gogh em Arles)


O Quarto de Van Gogh em Arles, do pintor holandês Vincent Van Gogh 
(1853-1890). A pintura, na qual o artista retrata o seu lugar de descanso, tem detalhes inquietantes: o chão parece inclinado, quadros estão distantes da parede e móveis dispostos fora de lugar. Será que houve algum erro? Absolutamente! Depois da luz que é o elemento tido pelo próprio pintor como o grande personagem da tela , são as linhas geométricas que formam o cenário do quarto e a noção de perspectiva que fazem dessa uma das obras de arte mais famosas de todos os tempos. 

Noção de profundidade

 
Peço para que os meus alunos concentrem o olhar nas cadeiras e façam comparações. Elas são do mesmo tamanho? Ressaltem o paralelismo das pernas e a forma como Van Gogh optou por desenhá-las. 
Façam o mesmo com a cama.  Percebam que a maneira como foi retratada nos dá a impressão de que a cabeceira é menor do que o pé. Olhem também o chão. 
Será que a largura do quarto em frente à cama é a mesma que atrás dela?

Quando os alunos constatam que as medidas são diferentes, falo sobre a noção de profundidade. Conto que é exatamente o fato de o pintor ter retratado de tamanho maior o que está próximo e menor o que está distante o que faz o espectador se sentir dentro do quarto. Quem olha a tela enxerga o quarto sob a mesma perspectiva do pintor. Explico que Van Gogh, para executar esse "truque", valeu-se de um elemento chamado perspectiva. 
Para concluir, incentivo as crianças a pesquisarem num dicionário os significados desse termo.




Sucesso só veio após a morte


Considerado um dos maiores expoentes do pós-impressionismo,o holandês Vincent Van Gogh
não teve o seu trabalho reconhecido pela crítica nem fez sucesso junto ao público enquanto vivo. Durante sua curta vida, morreu aos 37 anos ele vendeu apenas uma tela.
No entanto, o uso abstrato da cor e da forma que exibia em seus quadros teve uma influência decisiva sobre toda a arte do século 20.
Na juventude, foi sustentado pelo irmão Theodorus, com quem trocou cerca de 750 cartas.
Verdadeiros retratos sentimentais da alma do artista.
Van Gogh sofria de instabilidade mental.

Em 1890, depois de muitas tentativas de levar uma vida normal, trabalhou com um tio numa loja de obras de arte e em seguida tentou ser evangelizador em minas de carvão na Bélgica. Depois, o mestre mudou-se para o sul da França. Lá, no ambiente que retratou na tela "O Quarto de Van Gogh em Arles".


Levou um tiro no peito 19 meses depois.


Fonte: Nova Escola.

Obs.: Se quiser saber mais sobre Vincent van Gogh, é só pesquisar na caixa do blog.

12 comentários:

Ismael Boechat disse...

Aline, achei muito interessante esse trabaho de Van Gogh. Alguém que não conheça artes pode dizer que ele não sabia pintar direito, mas isso significa que ele sabe pintar muito bem.

Vinicius Sepúlveda disse...

Achei muito interessante, todas essas observações sobre o quarto de Van Gogh, com base na Geometria.
Também gostei muito dos detalhes de profundidade, como por exemplo, as cadeiras (que aparentam ser uma menor que a outra, quando na verdade, uma está mais distante que a outra).
Na minha opnião, Van Gogh foi um excelente pintor, que até hoje, influencia fortemente grandes artistas conteporâneos, só não entendo por que durante sua vida, não fez sucesso, pintando maravilhosamente bem.

Davi Sa disse...

A arte é um encantamento!Olhando a tela de Van Gogh, de cara nos encantamos com as riquezas dos detalhes e a noção de profundidade tão bem representados. Como Van Gogh teria essa noção naquela época, seria um erro dele ou muita habilidade?
Mas,porque com tanta habilidade vendeu apenas um quadro em vida?
Será que era preconceito ou falta de marketing?
Só sei que ele era "o cara"!

Júlia Rosa Carvalho \m/ disse...

Aline , a representação que Van Gogh faz de seu quarto usando a geometria , é fantástica.
Percebe-se , ao observar a imagem que tal era muito detalhista e que iriia fazer bastante sucesso , nessa nossa geração.
Ele foi, a melhor prova que a geometria, está em todo lugar, e consequentemente , na arte.
Parabéns pelo Blog, sucesso professora ! *-*

Aline Carla disse...

Obrigada por suas amáveis palavras Júlia, saiba que é por causa da Arte e de pessoas como você que o TRIBARTE existe e prossegue sempre. Bjs.

Natália Alves disse...

Aline, concordo com a Júlia, esse quadro de Van Gogh é fantástico. Podemos notar que, devido à geometria, o chão parece estar inclinado, quadros também aparentam ser postos distantes da parede, enquantoVan Gogh queria apenas mostrar aspectos de profundidade, retratando também, de maneira menor o que estivesse perto e, de maneira maior, o que estivesse mais distante.

Aline Carla disse...

Natália que maravilha ler o seu comentário!!! Quanta observação sobre profundidade, perspectiva de objetos que estão perto e longe. Sinto-me orgulhosa por seguidoras assim tão especiais que vislumbram e dão valor não só a beleza, mas a influência da matemática e geometria expressas na obra de Van Gogh. Um grande abraço!!!

liani disse...

oi
achei muito interresante e me ajudou bastante no meu trabalho de escola....
mas tenho uma dúvida.me falaram que tem algum pintor que pintou num de seus quadros a sua morte. é verdade? se é, qual pintor foi esse?
abraço a todos os 'amantes" da arte!

MALU (maria luiza) disse...

oi gostei muito do blog, adoro arte e gosto muito da criatividade e perspctiva de Van Gogh...Até porque intendi questões relacionadas a pinturas, quadros, artes e me ajudou bastante nos trabalhos escolares.
tenho uma dúvida.ouvi dizer que ouve um pintos que relatou num quadro sua morte.é verdade? se for, que pintor foi esse?
abraço a todos amantes da arte...!

Aline Carla disse...

Querida Malu, deculpe-me pela demora em responder sua postagem, mas estava viajando e o lugar para onde fui não possuía internet.
Em primeiro lugar quero agradecer sua participação e as palavras que geram otimismo à divulgação da Arte, pois também sou amante da vida com arte.
Em segundo lugar quero dizer-lhe que sua pergunta irá gerar uma postagem e em breve você irá ver, mas segue um detalhe sobre a obra de Picasso que responde sua pergunta; “La vie” (A vida) é uma pintura de Picasso concebida em 1903. O óleo sobre tela está no Museu de Arte de Cleveland – Estados Unidos. A obra é considerada parte do Período Azul. O homem retratado na pintura trata-se de Carlos Casagemas, amigo do artista, que suicidou-se em 1901. Sua morte é retratada em diversas obras do artista, como em “La mort de Casagemas” (A morte de Casagemas) de 1901 – oléo sobre madeira que está no Museu Picasso, em Paris.
Um grande abraço e fique de olho na postagem que será em homenagem a você.

João Felipe disse...

Amei esse post! Estou trabalhando essa obra com um quinto ano e suas dicas são ótimas!

Anônimo disse...

kk minha mae comentou aqui , esqceu de mudar o perfil
viemos ver
o van gog
beijo de novo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...