SEJA BEM-VINDO!

"A arte diz o indizível; exprime o inexprimível, traduz o intraduzível."

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

CINEASTA BRASILEIRO JOÃO JARDIM, AFIRMOU QUE NÃO QUIS ACOMPANHAR ÀS INDICAÇÕES AO OSCAR NESTA TERÇA-FEIRA.

"Preferi passear, estou em Foz do Iguaçu agora. Fiquei esperando alguém me ligar. Acho que dá azar assistir", disse Jardim à Folha, que foi avisado da indicação por um amigo.
Para ele, o tema ecológico pode contar a favor na premiação, que acontece no dia 27 de fevereiro. O documentário é uma coprodução entre Brasil e Inglaterra e fala sobre o trabalho do artista plástico Vik Muniz com catadores de lixo do Jardim Gramacho, aterro metropolitano no Rio de Janeiro.
"É possível [que ganhe]. Além de ser um filme meio brasileiro, meio inglês, ou seja, consegue comunicar audiências internacionais, tem o tema ecológico. O filme trata muito sobre a questão da reciclagem e o que fazer com o lixo", diz.
Divulgação
Cena de "Lixo Extraordinário", documentário sobre o artista brasileiro Vik Muniz que concorre ao Oscar
Cena de "Lixo Extraordinário", documentário sobre o artista brasileiro Vik Muniz que concorre ao Oscar

"Seria uma grande vitória para o Brasil, já que a equipe é praticamente toda brasileira", afirma Jardim. "Eu fiquei muito feliz de fazer parte desse projeto, que parecia tão difícil de executar".
Além de Jardim, o filme é dirigido pela britânica Lucy Walker e a também brasileira Karen Harley.
"Lixo Extraordinário" compete com "Exit Through the Gift Shop", do artista plástico Banksy, "Gasland", de Josh Fox, "Trabalho Interno", de Charles Ferguson, e "Restrepo", de Tim Hetherington e Sebastian Junger.
Jardim já dirigiu os filmes "Pro Dia Nascer Feliz" e "Janela da Alma". Seu trabalho mais recente é "Amor?" e, atualmente, ele grava cenas de seu novo filme, "Os Últimos Dias de Getúlio", que contarão os 19 dias que antecederam a morte de Vargas em uma mistura de ficção e realidade.
Fonte: http://www.folha.com/

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...