SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

sábado, 6 de fevereiro de 2010

"O HOMEM QUE CAMINHA"






Escultura de Giacometti se torna a mais cara obra leiloada.

"L'Homme qui marche", uma das esculturas mais icônicas do suíço Alberto Giacometti (1901-1966) se tornou a obra mais cara do mundo a ser leiloada por 65 milhões de libras (US$ 104,3 milhões) na casa Sotheby's de Londres.
A impressionante escultura, de 1m83cm de altura, superou o recorde mundial que ostentava até agora "Garçon à la pipe" (Rapaz com cachimbo, em livre tradução) do espanhol Pablo Picasso, que foi negociada em 2004 no Sotheby's de Nova York por US$ 104,1 milhões.
Um porta-voz da casa de leilões confirmou que a peça de Giacometti, considerada um exemplo de sua maturidade criativa, é "a obra mais cara leiloada".
A estátua estilizada, que tinha um preço estimado em 18 milhões de libras (US$ 29 milhões), concentrou o interesse dos compradores por ser a primeira vez em 20 anos que uma peça de Giacometti com essas dimensões é colocada à venda.
Trata-se de um bronze monumental fundido em 1961 e comprado por volta dos anos 80 pelo banco alemão Dresdner Bank.
Anos depois, a peça passou a integrar a coleção do Commerzbank, que este último banco comprou do primeiro.
O dinheiro da venda da escultura será destinado às fundações do Commerzbank e a alguns museus, segundo informou previamente Sotheby's.
Em 9 de novembro, em Sotheby's de Nova York, outra obra de Giacometti, intitulada "L'Homme qui chavire", foi negociada por US$ 19,3 milhões, acima do preço estimado entre US$ 8 milhões e US$ 12 milhões.
"L'Homme qui marche" representa o ponto culminante da experimentação do escultor suíço com a figura humana e pertence a sua etapa da maturidade.
A monumental escultura devia integrar um projeto público que nunca saiu do papel.
Ao perceber que demoraria muitos anos para realizar o projeto, Giacometti terminou abandonando a ideia.
No leilão londrino também foram vendidas outras obras-primas, entre elas um Henri Matisse (1869-1954), "Femme Couchée", que juntos renderam 4,4 milhões de libras (US$ 7 milhões).
Na lista das 25 obras mais caras do mundo, estão oito pinturas do Picasso. Além do espanhol que ostenta o segundo e o terceiro lugares nesse ranking, ainda aparecem Gustave Klimt, Van Gogh, Claude Monet, Renoir, Francis Bacon, Rubens e Mark Rothko. EFE

Imagens do Google.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...