SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Artes Plásticas.

Pintura do artista plástico Miguel d'Hera.
Como podemos compreender o que são as artes plásticas? A grande maioria das pessoas sabe que pintura e escultura fazem parte desta denominação, mas então porque “plástica”? O pintor usa tinta sobre algum tipo de superfície, o escultor cria formas na madeira ou na pedra, entre outros materiais. O que tem o plástico a ver com isso?
Para compreender estas denominações precisamos retroceder um pouco e entender o que é arte?
A “arte” não finda com as Artes Plásticas. Existem nove grandes expressões artísticas: A Música, a Dança, as Artes Plásticas, As Artes Cênicas, a Literatura, a Arquitetura, o Cinema, as Narrativas Televisivas e as Histórias em Quadrinhos.
Por boa parte da história a terceira das artes representava tudo aquilo que era belo. A palavra “arte” vem do latim Ars, que significa habilidade. O artista era o habilidoso executor de uma função específica. Todos os exímios artífices eram artistas. Ferreiros, sapateiros, ceramistas, pintores e escultores. Na tentativa de distinguir estes dois últimos dos demais, se passou a denominar as pinturas e esculturas de obras das Belas Artes. Eram artífices do belo. E a beleza reinou por muito tempo nas artes...
O problema começou quando estes modeladores do Belo resolveram produzir obras que não eram nada belas ou não reproduziam o que era belo. Como chamar então aquelas realizações de Belas Artes? Era o início das discussões sobre a Estética na arte. O que era então Belo? Não se podia afirmar com certeza, já que esta percepção varia de pessoa para pessoa.
“Arte” passou a ser então as representações de sentimentos e expressões humanas executadas sobre uma perfeição estética e técnica. Principalmente técnica. Foi a valorização da técnica que desenvolveu grande parte dos movimentos modernistas: não eram as representações que interessavam e sim, como eram executadas e como se processava a intercessão entre sentimento e técnica.
A técnica de execução do material empregado na fixação da emoção sobrepujou sua antiga função.
E assim que finalmente chegamos ao “plástica”.
As “Artes Plásticas” não são nada mais que a capacidade de moldar, modificar, reestruturar, re-significar os mais diversos materiais na tentativa de conceber e divulgar nossos sentimentos e, principalmente, nossas ideias.
É a essência do plástico. Um material inicialmente líquido que se pode transformar em qualquer tipo de utensílio, objeto, peça ou componente, necessitando apenas, neste processo, da criatividade não só de conceber o objeto em si, mas também do processo de produção deste objeto. Por isso Artes Plásticas.
E esta arte hoje em dia não mais se circunscreve apenas a pintura e a escultura, como também avança pelas performances, instalações, vídeo-artes, cyberartes, grafismo, proto-arte e inúmeras outras expressões pós-modernas.
É assim que a categoria “arte” passou a delimitar uma expressão especifica do ser humano, afinal, existem coisas belas que não são arte mais admiramos e ainda coisas que admiramos, não são belas e nem são arte. E o pior: coisas que não gostamos, não são belas e são “arte”!
A “arte” passou a ser um leque muito abrangente de produções específicas relacionadas não mais ao sentimento da visão, mas sobretudo, as expressões internas de significado e aos arcabouços das técnicas de execução.
Se observarmos esta afirmação de Duchamp, quanto ao sentido da arte, compreenderemos como a arte é vista hoje: "A arte pode ser ruim, boa ou indiferente, mas qualquer que seja o adjetivo empregado, temos de chamá-la de arte. A arte ruim é arte, do mesmo modo como uma emoção ruim é uma emoção".
É isso que a arte é hoje.
Criação.
O pleno e mais esplendoroso ato de criar intencionalmente. É desta forma que a Arte passou a ser a intenção de fazer Arte .
Carpe Diem

Amaro Braga

16 comentários:

Larissa disse...

Eu gostei muito, da materia sobre Artes Plasticas e principal do conteudo. É interessantissimo e curioso. ADOREI ESSA PARTE: "... existem coisas belas que não são arte mais admiramos e ainda coisas que admiramos, não são belas e nem são arte. E o pior: coisas que não gostamos, não são belas e são "arte"! "
Enfim, muito boa essa materia.

Pedro disse...

E acho que por isso que uma aparentemente simples pintura de pode ter vários significados dependendo de quem a observa, e provavelmente poucos ou até nenhum igualo ao que o autor pensou ao pintar o quadro, assim o "efeito plástico" continua pois o significado da obra continua se modificando na mente de quem o observa. Certo?

TS2 disse...

arte não é só uma pintura, o que muitas pessoas pensao, é tudo que está a nossa volta, mesmo gostando ou não

dos rabiscos, esculturas de massinha até as grandes pinturaas e estátuas de mármore

minha parte favorita foi a frase de Duchamp:
"A arte pode ser ruim, boa ou indiferente, mas qualquer que seja o adjetivo empregado, temos de chamá-la de arte. A arte ruim é arte, do mesmo modo como uma emoção ruim é uma emoção".

Aloan disse...

Parabéns! Muito bom esse trabalho, continue assim... Espero que muitas pessoas tenham a chance de ver um trabalho otimo como este.
Mais uma vez, parabéns!

Gabriel F. Figueira disse...

O pintor pinta uma arte pensando em o que ele sonha e o que ele esta sentindo.As vezes ele pinta quadros abstratos para nos mas para ele tem um certo significado e muitas pessoas achan que por essa pintura esta pintada em um modo diferente elas acabam a menospresando

Davi disse...

Apesar de eu não entender quase nada sobre artes,achei muito interessante o texto e o quadro.Essa mistura de cores da um ar de modernidade ao quadro.Quanto ao texto achei muito interessante também, porque eu não sabia o que era artes plásticas,achava que tinha alguma coisa a ver com plástico,sei lá.Mas enfim achei muito bacana.

horse and company disse...

Aline eu achei muito interessante por que tem varios tons de cores e o artista queria mostrar algo para as pessoas q q chamasse a atençao , uma obra bem destacada

horse and company disse...

Aline eu achei muito legal esta obra plastica, porque o pintor queria destacar a pintura colocando varios tons de cores .

Paulo disse...

As vezes as pessoas não levam a arte a sério,mas não percebem que a arte
é importante para o viver da mesma
forma que coloucou no blog coloco
neste comentário:
“A arte diz
o indizível;
exprime o
inexprimível,
traduz o
intraduzível.”
Leonardo da Vinci

Celso Afonso disse...

Percebemos neste texto que a Arte é fundamental na nossa vida mesmo ela sendo boa ou até mesmo ruim, ruim é pensar que as pessoas estão dando risadas da obra dos outros e isto é muito desagradavel para quem tem o trabalho de fazer, o leitor pode achar desagradável mas que fique para ele mesmo que assim nos construímos um mundo melhor

Thais disse...

Bom eu acho que essa forma de fazer arte é bem diferente e bastante criativo e a parte que me chamou masi atenção foi "A arte pode ser ruim, boa ou indiferente, mas qualquer que seja o adjetivo empregado, temos de chamá-la de arte. A arte ruim é arte, do mesmo modo como uma emoção ruim é uma emoção". ADOREI essa matéria!!

rafael disse...

Rafael Augusto

Ao ler o texto eu compreendi que Arte é um meio de expressar seus sentimentos e que o artista não se preocupa com que as pessoas pensam, mesmo porque seria impossível agradar a todos.

Mayelli disse...

Antes de ler essa matéria, eu somente sabia que Artes Plásticas tem haver com pintura e escultura, mas não sabia o porquê de Artes Plásticas. Depois, vi que era chamada de Belas Artes, mas nem todas as obras eram vistas como belas por todos, então por que chamar de Belas? Colocaram, então o nome de Artes Plásticas, pois sendo o plástico um material que adquire a forma que a pessoa o dá. Pois é a expressão do artista.
As Artes Plásticas possibilita o conhecimento de outras formas de expressão, em que o artista expõe suas opiniões e sentimentos, porém sem palavras. Por meio das manifestações artísticas temos contato com o momento histórico, cultural e social. Entender Artes Plásticas é necessário para você enxergar, analisar e opinar a partir de uma nova ótica, entre outros motivos, para se comunicar, compreender o mundo à sua volta. Além disso, a arte o favorecerá nas diversas expressões interpessoais e na diversidade sociocultural, por meio da apreciação e reprodução de linguagem artística.
"A arte não segue as idéias, mas os sentidos." Larry Bell (Escultor norte-americano)
"A beleza não é uma qualidade própria das coisas. Ela existe meramente nas mentes que a contemplam; e cada mente percebe uma beleza diferente." David Home (Filósofo escocês)

duhdinhamartins disse...

A arte é essencial para nossas vidas, pois estamos cercados dela, e isso não depende de onde nós estamos, em qualquer lugar do mundo estamos rodeados por arte, arte não são só as coisas belas, e tudo que nós fazemos tentando expressar algo, isso é arte. Em fim , a vida é uma arte.

duhdinhamartins disse...

Gostei muito do texto. Entendi que: arte não é só o que nós pensamos que é, e sim, tudo, tudo mesmo, não só as coisas belas,estamos rodeado de arte em todo lugar. Arte é vida.

Mirely Oliveira disse...

Eu não sabia especificar muito bem a ARTE, muito menos ARTES PLÁSTICAS, mas depois de ler esse belíssimo texto e ver essa belíssima imagem percebi que tudo é arte e TODOS podem fazer arte, criar arte, observar a arte .......... necessitamos da arte, pois tudo a nossa volta é ARTE, nossa VIDA É ARTE !!!!
Parabéns por esse trabalho maravilhoso Aline Carla, continue assim, cada vez mais expondo a ARTE para conhecermos MELHOR !!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...